Gestão empresarial: abri uma empresa, e agora?

Para realizar a abertura de qualquer empresa, o primeiro passo é um período de organização e planejamento para produzir o plano de negócio. Entretanto, o maior erro no ramo empresarial acontece depois da inauguração da marca, quando a empresa deixa de elaborar um cronograma e seguir as estratégias.

O processo de planejar e conduzir o negócio até os melhores resultados é chamado de gestão empresarial e envolve a organização de etapas, controle de finanças, administração de recursos humanos e materiais e tudo aquilo que faz parte do funcionamento e manutenção da empresa.

Em um primeiro momento, esse planejamento pode ser confundido com uma “expectativa”, onde a empresa tem uma ideia de como serão os próximos meses e espera que isso se concretize. Porém, a gestão empresarial é um conceito abrangente, que engloba definição de metas, organização de processos, planejamento estratégico, análise de custos, compras, vendas, pagamentos e recebimentos, contratações, demissões e tudo que envolve a empresa.

Para contornar problemas como concorrência, imprevistos, falhas no controle financeiro e etc, confira os tópicos a seguir e tenha uma direção de como aplicar a gestão empresarial no seu negócio:

  • Planejamento

Esse é o básico para saber aonde se deseja chegar e, então, estabelecer o passo a passo para isso.

O planejamento deve ser aplicado durante toda a existência da empresa e, conforme decorre a prática, deve passar por revisões e ajustes, a fim de sempre otimizar o processo.

O objetivo dessa etapa é diminuir riscos, suavizar danos e conduzir o negócio para os melhores resultados.

  • KPIs

A sigla refere-se ao termo em inglês Key Performance Indicator, que significa Indicador-chave de Desempenho. Ter esses indicadores é um forma de avaliar o seu negócio e compreender a situação da empresa perante seus objetivos.

Já dizia Philip Kotler: o que não é medido não é gerenciado. Isso porque os KPIs são um instrumento de gestão complementar ao planejamento, pois indica a eficiência, produtividade, qualidade e lucratividade, tópicos fundamentais para acompanhar o desempenho estratégico.

  • Tecnologia

Gerir uma empresa não é um processo simples, mas, com a ajuda da tecnologia, os processos são bem mais otimizados e agilizados. Com a automação de tarefas, podemos encontrar inúmeros sistemas de gestão empresarial, também conhecidos como ERP (Enterprise Resource Planning), que conectam todas as áreas do negócio e podem oferecer relatórios detalhados de uma visão ampla da empresa.

  • Qualificação profissional

Você pode ter toda a tecnologia a seu favor, mas não terá o resultado esperado sem alguém qualificado para gerir.

Ter uma boa gestão empresarial depende totalmente do gestor ou da equipe de gestão. Por isso, cursos técnicos, de graduação e pós-graduação são requisitos para quem está à frente da gestão.

É com essas ferramentas que o gestor se torna apto a manter tudo funcionando e, principalmente, trazendo resultados!

Quer garantir a sua qualificação e o sucesso da sua empresa? A Intensiva te ajuda!

Este artigo foi útil para você? Que tal continuar acompanhando nosso blog para conferir mais conteúdos que podem alavancar a sua vida profissional!

Deixe um comentário