Aprenda a usar o multímetro digital de forma correta e segura

O multímetro, também chamado de multitester, é um aparelho muito usado em instalações elétricas, mas, apesar de ser comum, muitas vezes não é utilizado de forma correta e segura, trazendo riscos ao operador e à estrutura em geral. Continue a leitura para entender para que serve o multímetro e conhecer o uso correto e seguro do aparelho, além de conferir as diferenças entre o multímetro analógico e o digital.

O que é e para que serve o multímetro?

O multímetro é um equipamento usado para medir grandezas elétricas, como Voltímetro, Ohmímetro e Amperímetro. Sendo assim, o aparelho é capaz de medir a corrente elétrica (contínua e alternada), a tensão elétrica (contínua e alternada), a resistência elétrica, a capacitância, a frequência de sinais alternados, a temperatura, entre outros.

Devido à facilidade de manuseio e utilização, o multímetro é um dos principais aparelhos de medição elétrica, podendo ser de dois tipos: analógico e digital.

Multímetro analógico

Como você pode imaginar, o multímetro analógico é um tipo mais antigo, mas tão eficiente quanto o digital. O equipamento mostra a medição por meio de um ponteiro que fica conectado em uma bobina móvel dentro de um campo magnético, que é feito por um ímã fixo e, assim, consegue identificar o valor da grandeza que está sendo medida.

Multímetro digital

Também conhecido como amplificador operacional, o multímetro digital possui um visor de cristal líquido que consegue mostrar os valores das grandezas. O equipamento digital tem diferentes instrumentos e medição, como o amperímetro, voltímetro, capacímetro, termômetro, ohmímetro, entre outros.

Como usar o multímetro digital

Antes de tudo, confira o modelo do seu multímetro com o fabricante para identificar a ordem correta de encaixe para as pontas de prova – basta ler as informações que estão ao redor do borne. 

Continue a leitura para aprender o uso correto e seguro das medições mais usadas: corrente, resistência e tensão.

Medição da corrente elétrica

Para garantir a sua segurança, desligue a energia do circuito que vai ser medido e certifique-se de que não existe a possibilidade de acontecer um religamento acidental. 

Conecte as pontas de prova nos bornes e coloque o multímetro na posição da corrente desejada – alternada ou contínua. Corte o cabo para seccionar o circuito e, então, conecte as pontas de prova em série com as partes seccionadas do circuito e faça o isolamento.

Agora já pode religar a energia e obter o valor da corrente elétrica do circuito.

Medição da tensão elétrica

Conecte as pontas de prova nos bornes da medição de tensão e coloque o multímetro na posição da tensão que deseja medir – alternada ou contínua – e, também, na escala – tensão maior que o máximo do ponto a ser medido.

Ligue cada ponta de prova em cada ponto de diferença de potencial (DDP) e, depois disso, a leitura será feita e o valor da tensão aparecerá na tela.

Medição da resistência elétrica

Assim como nas outras medições, conecte as pontas de prova nos bornes referente à medição desejada, coloque o multímetro na posição de resistência e em uma escala que seja maior que o previsto para o componente a ser medido.

Com o componente desenergizado, conecte cada ponta de prova em um ponto de entrada e saída de energia. Pronto, o multímetro vai medir a resistência e mostrar o valor na tela digital.

Além de a operação ser simples, o multímetro pode ser usado em diferentes setores, como indústrias, oficinas, laboratórios de eletrônicas, entre outros, para medir diferentes grandezas elétricas. Bem prático, né? 

Se você gostou deste artigo, compartilhe nas suas redes sociais e continue acompanhando nosso blog!

Aprenda mais sobre Elétrica com o nosso Curso Online:

1 comentário em “Aprenda a usar o multímetro digital de forma correta e segura”

Deixe um comentário